Às vezes é necessário chocar. Não estou me referindo a nenhuma galinha nem a essa piada inglória. O assunto é sério, polêmico e pouco falado: exploração sexual infantil. Esse tema é um daqueles que sentimos asco quando é noticiado na rede televisiva. A praga da pedofilia tem se alastrado pelo Brasil tornando-o o primeiro colocado entre os países com maiores índices no abuso infantil da América Latina e o segundo colocado no ranking mundial. Existem muito fatores que contribuem para isso: a pobreza das famílias, falta de assistência social e as drogas. Abuso

Não vamos negar que nos últimos anos houve expressivos avanços no combate à pobreza e a erradicação da miséria no Brasil a fim de apagar o estigma que sempre marcou nossa pátria.  Segundo informações do site do Estadão, os níveis de pobreza caíram em 50% entre 2002 e 2010, mas com esse ritmo de crescimento anual seriam necessários 30 anos para chegar aos níveis dos EUA.

Recentemente muito tem sido feito para quebrar o silêncio: a mídia tem propagado esse tema, houve a criação do disque denúncia e a instituição do Plano Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual Infanto-Juvenil, em 2000. Hoje temos Varas Criminais especializadas em crimes contra a criança e adolescentes. Temos evoluído. Abuso

Temos que evoluir mais, pois o combate às drogas ainda tem sido deficiente e essa falha tem prejudicado nossos jovens e crianças. O crack é o grande vilão que leva crianças trocarem seu corpo por alguns trocados a fim de comprar uma pedrinha. Nossas crianças estão sendo crucificadas. Abuso

Crucificadas. Essa palavra nos lembra da história de Cristo e é dentro desse simbolismo todo e do contexto cubano, o qual não é muito diferente do contexto brasileiro, que o fotógrafo Erik Ravelo rompe todas as amarras do silêncio com um ensaio perturbador de tão simples e direito.

Não faz muito tempo que foi veiculado sobre um anúncio sobre maus-tratos infantis, porém Ravelo é inacreditavelmente chocante, simbólico e simples com seu ensaio intitulado “Los Intocables”. Erik Ravelo crucifica crianças naquilo que lhes foi negado, no direito que foi infringido, no explorador sexual. abuso

Se você olhar com cuidado as fotos, verá que ali está denunciado abusos sexuais em locais denunciados como o Brasil ou o Vaticano, obesidade, transplantes ilegal de órgãos, turismo sexual, conflitos armados… enfim… há todo tipo de denúncia nessas fotos. Ravelo faz uso de um subtítulo que diz: “O direito à Infância deve ser Protegido”

O Brasil e o Abuso – A Copa pode promover um paraíso sexual?

O Brasil passou por um surto de consciência no mês passado, abriu os olhos para a realidade e vislumbrou a sua situação precária. Nossa pátria permaneçerá com os olhos abertos quando a Copa chegar?  Estaremos com a visão fixa nas luzes dos fogos ou no dinheiro que esse evento irá trazer ou nas crianças passando fome e sofrendo nas mãos dos nossos “salvadores” ? financeiros.

LosIntocables_ Erik Ravelo 4 LosIntocables_ Erik Ravelo 3 Abuso

Vídeo Promocial “Los Intocáveis”

 

 

 

  • Mauricio

    Simplesmente sensacional este post, nos mostra uma dura realidade brasileira que, apesar desta crise de consciência com a copa do mundo chegando, ainda deixa muito a desejar neste quesito de combate a exploração infantil. Parabéns pela coragem de trazer ao seu blog algo tão polemico mas também tão importante.

    • Olá, Mau.

      Esse é um tema recorrente que tem sofrido avanços recentemente na conjuntura brasileira, porém a proximidade da Copa traz o receio da exploração sexual, ou melhor, o turismo sexual de nossas crianças.

      O que o governo tem feito no sentido de evitar preventivamente essa situação? Existe algum tipo de conscientização das famílias? Precisamos abrir os olhos e mantê-los fixos no que realmente importa.

  • Bia

    As fotos chocam e denunciam de forma quase sutil. Ideia genial. Muito bom o post e bem informativo também.

  • Junior Omni Silva

    OS PRIMEIROS A SEREM PUNIDOS SERIAM OS DIRETORES DE NOVELA QUE USAM AS CRIANÇAS, GANHANDO DINHEIRO NAS COSAS DELAS.

    E TAMBÉM MUITOS POLÍTICOS PEDÓFILOS QUE CONHECEM A LEI E POR ISSO SABEM QUE NÃO SERÃO CASTIGADOS.

    OS RELIGIOSOS E OS TURISTAS QUE ABUSAM DE CRIANÇAS, IGUALMENTE, DEVEM SER PUNIDOS.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.