Filtros podem ser um coringa na mão do fotógrafo, especialmente os filtros de densidade neutra que são considerados armas secretas do fotógrafo paisagem. Há quem não consiga trabalhar sem um filtro de densidade neutra e hoje vamos entender como eles podem melhorar sua fotografia de paisagem.

“Eles são úteis mesmo? ” Você poderia me perguntar. Eu diria que sim e por duas razões: a primeira é que os filtros de densidade neutra te dão mais controle sobre a exposição e a segunda razão é que eles lhe darão controle criativo sobre a velocidade do obturador.

filtros

O QUE É UM FILTRO DE DENSIDADE NEUTRA?

Caso você não tenha lido o artigo Filtros – Absolutamente Tudo o que você precisa saber no qual falo de outros tipos de filtros, saiba que o filtro de densidade neutra é aquele que bloqueia parcialmente a luz de forma que somente um pouco de luz passa entra na lente e atinge o sensor da câmera.

Existem vários tipos de filtros de densidade neutra, cada um com uma especificação de passagem de luz. Os mais comuns são de 1 stop (0,3 ou ND2), 2 stops (0,6 ou ND4), 3 stops (0,9 ou ND8), 6 stops (1,8 ou ND64) e 10 stops (3,0 ou ND1024). Alguns fabricantes ainda fazem filtros de densidade neutra que bloqueiam 16 pontos de luz ou mais luz, mas nesses casos o uso é bem específico.

A foto abaixo mostra um filtro de densidade neutra de 10 stops. Como você pode ver o filtro é tão escuro que você não consegue enxergar através dele.

DIFERENTES TIPOS DE FILTROS ND

Além da questão dos pontos de luz que cada filtro pode bloquear, ainda existem filtros que bloqueiam uniformemente a passagem da luz e outros que são graduados. Filtros de densidade neutra graduados bloqueiam a luz em apenas uma parte, ou seja, metade do filtro é clara e metade é escura, com uma área graduada no meio.

Esta foto mostra um filtro de densidade neutra graduado. A metade superior do filtro é escura (para bloquear a luz) e a parte inferior clara.

filtros

#1 – FILTROS DE DENSIDADE NEUTRA GRADUADA

Filtros de densidade neutra graduada (muitas vezes apenas chamados grads ou filtros GND) são usados ​​por fotógrafos paisagem para controlar a exposição assim como os filtros ND completos.

Imagine que você está fazendo uma foto da paisagem que inclui o céu ensolarado e um campo. Neste cenário, o céu é muito mais brilhante do que o primeiro plano. Se você fotometrar corretamente para o céu, o primeiro plano (o campo) fica escuro. Se fotometrar corretamente o primeiro plano, o céu irá estourar (ficará branco). Quem nunca passou por esse drama?

É aí que entra nosso super heroi. Um filtro de densidade neutra graduado bloqueia a luz do céu sem afetar o primeiro plano. Se o céu, no exemplo dado, é 3 pontos de luz mais claro que o campo, um filtro de 3 stops vai te ajudar a equilibrar a luminosidade da cena e permitir que a foto saia uniforme com todos os detalhes do céu (não vai ficar branco) e do campo (não vai ficar escuro).

Na foto abaixo eu configurei a câmera pela luminosidade do céu e o que aconteceu? A parte de baixo, o primeiro plano, ficou escura demais. Mesmo que use o Lightroom ou Photoshop para clarear a imagem, o resultado não vai ficar bom.

Depois eu ajustei a câmera pela luminosidade do primeiro plano (que estava 2 stops mais escura que o céu) e no que deu? O céu estourou. Perdi quase todos os detalhes do céus, nuvens e cor – mesmo a foto sendo P&B. E de novo: não adianta querer ajustar isso na pós edição que não rola.

Finalmente tomei jeito e usei um GND de 3 pontos. Percebam como a foto ficou mais uniforme. Consegui reter os detalhes do céu e do primeiro plano sem que um ou outro ficasse mais escuro ou claro. Parece até bruxaria, né? O pessoal do século XIX dizia a mesma coisa.

VANTAGENS DE FILTROS DE DENSIDADE NEUTRA GRADUADA

A vantagem de usar esse tipo de filtro é que ele permite continuar trabalhando independente da luz, com exposições mais longas sem precisar de tripé além de economizar tempo no pós-processamento, em comparação com o uso de técnicas como a mistura de exposição ou HDR no Lightroom.

Antes da era digital (e do processamento via software), os filtros de densidade neutra graduada eram a única maneira que os fotógrafos tinham de equilibrar a exposição entre o primeiro plano e o céu.

DESVANTAGENS DE FILTROS DE DENSIDADE NEUTRA GRADUADA

Como tudo na vida sempre há desvantagens. Antes que saia pensando que os GND’s são tudo de bom neste mundo saiba que os filtros de densidade neutra graduados têm alguns problemas que passo a citar.

O primeiro deles é que os GND’s não funcionam bem com paisagens recortadas por árvores, montanhas e etc. O ideal é usá-los em paisagens com a linha do horizonte limpa.

A foto abaixo é um bom exemplo. Se usasse um GND, a parte de cima do filtro, que é mais escura usada para controlar a luz que vem do céu, acabaria deixando as pontas das rochas escuras também. A única solução, neste caso, foi fazer duas exposições diferentes, uma para o primeiro plano, a outra para o céu, e misturá-las no pós-processamento.

Outro problema é que filtros graduados de boa qualidade são caros. Apesar disso, muitos fotógrafos de paisagem gostam de usá-los mesmo assim porque eles dão o poder de escolha ao fotógrafo. Com filtros graduados de densidade neutra você pode decidir qual técnica é mais adequada para a cena que você está fotografando.

#2 – FILTROS DE DENSIDADE NEUTRA

Fotógrafos de paisagem usam filtros de densidade neutra para controle criativo sobre a velocidade do obturador.

Pense nas configurações de exposição que os fotógrafos de paisagem costumam usar. Normalmente, ISO baixo (100) e abertura f/11 ou f/16. Isso lhe dá a máxima qualidade de imagem (por causa do baixo ISO) e boa profundidade de campo (abertura pequena).

A velocidade do obturador necessária para obter a exposição correta dependerá das condições de luz do ambiente. Com bastante luz, talvez 1/125s; com pouca luz – fim do dia – talvez 1/2s.

Entretanto e se você quiser uma velocidade de obturador mais longa? É aí que os filtros de densidade neutra entram. Eles bloqueiam a luz de modo que você pode obter velocidades de obturador mais demoradas. Exposições desse tipo permitem que partes móveis da paisagem (como nuvens ou água) fiquem desfocadas, o que, por sua vez, cria humor e atmosfera.

Um exemplo disso é a fotografia de longa exposição, onde são usadas exposições de vários minutos para desfocar o movimento do mar e das nuvens. A foto abaixo foi feita em ISO 200, em f/11 e 1/125s.

Entretanto, com um filtro de densidade neutra eu consegui baixar a velocidade para 210 segundos e criar um “efeito” completamente diferente.

FILTROS DE DENSIDADE NEUTRA QUE USO

Um dos problemas com filtros de densidade neutra é que há tantos para escolher. Você saberia qual comprar? Basicamente você precisa decidir o quanto você quer gastar para depois olhar as opções. Vou dar algumas sugestões de marcas para te ajudar na escolha:

DICA: Tamanho do filtro: Quanto maior a sua lente for, maior o filtro necessário para cobrir o elemento frontal dela e mais caro ele será, por isso leve em conta o tamanho da sua lente para definir o tamanho do seu filtro.

Meu Kit de Filtro de Densidade Neutra

Meu kit de filtro de densidade neutra é o Formatt Hitech 72mm Firecrest Joel Tjintjelaar Signature Edition Long Exposure Kit #1. Ele contém três filtros de densidade neutra 3, 6 e 10 pontos de luz, respectivamente. Você também pode combinar dois filtros e obter bloqueios de 9, 13 ou 16 pontos de luz. Eu comprei os filtros circulares porque eles são mais baratos do que os quadrados.

NOTA: se você planeja usar seus filtros em várias lentes, compre o tamanho que você precisa considerando o maior tamanho e anéis de redução para adaptar os filtros para caber nas lentes menores ou compre um filtro quadrado que irá servir em todas as lentes)

Meu Kit de Filtro de Densidade Neutra Graduado

Meu kit de filtro de densidade neutra graduado é o sistema Lee Seven5 system, que inclui o suporte do filtro, um anel adaptador e quatro filtros de densidade neutra graduada. Ele é menor, mais barato e foi projetado para sistemas de câmera mirrorless. Esses filtros me ajudam a fazer fotos como esta abaixo:

FILTROS E A FOTOGRAFIA DE PAISAGEM. RESUMINDO…

  1. Filtros de densidade neutra (ND) ajudam a controlar a exposição e permitem controle criativo sobre a velocidade do obturador.
  2. Filtros de densidade neutra graduada (GND) permitem fotografar imagens com diferenças de luz sem que detalhes sejam perdidos, embora o uso ideal seja para linhas de horizontes limpos.
  3. Fique atento ao tamanho do seu filtro.
  4. Outra fabricante interessante de filtros é a Hoya. Filtros baratos e bons.

Eu gostaria de saber quais filtros de densidade neutra você usa. Quais você escolheu e por que você os comprou? Que marcas recomendaria a outros fotógrafos? Basta deixar um comentário.

SABIA QUE VOCÊ PODE TIRAR DÚVIDAS PELO WHATSAPP

Já pensou em receber ajuda personalizada e tirar todas as suas dúvidas diretamente pelo Whatsapp? É exatamente isso que o Verena está oferecendo para você! Basta se tornar membro do Verena e ter minha monitoria por mais de 40 horas por semana tirando qualquer tipo de dúvida a qualquer momento* por meio de mensagens, áudio, vídeos e imagens.

Vou te ajudar a melhorar sua fotografia como nenhum curso conseguirá e dar todo suporte que precisa. Quer apostar?

SABER MAIS
  • Luis Perdigao

    Caro Johnny, pouca coisa posso dizer sobre vosso blog. Simplesmente espetacular!!! Obrigado Mestre, great job.
    Luis Perdigao

    • Olá, Luis.

      Eu que agradeço por pessoas como você serem a força do Verena!

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.