Deixe-me adivinhar… você quer entrar no mundo da fotografia porque sempre gostou ou levou jeito para a coisa, porém não tem ideia de como começar. Deu uma pesquisada no Google e ficou perdido com a grande variedade de termos, conceitos e recomendações sobre o equipamento certo, técnicas e etc. Pesquisou ainda mais e ficou mais ainda perdido (essa inversão até que ficou legal) no que comprar… será que acertei?

Quem sabe não foi nessa pesquisa que você encontrou o Verena! Se eu estiver acertando minhas conjecturas, por favor, me avisem nos comentários porque talvez eu deva jogar na MegaSena! Brincadeiras à parte, eu entendo exatamente como está se sentindo (porque eu mesmo já me senti assim) e posso afirmar com certeza que encontrou o lugar certo para descobrir um caminho no meio dessa floresta de informações e comprar a câmera ideal.

Quero te dar 5 dicas nas quais você deve pensar antes de comprar sua primeira câmera. Note que não falei em DSLR, superzoons (semiprofissionais como alguns insistem em falar) ou qualquer categoria de câmeras. Minhas dicas são para que você reflita e descubra em você mesmo o que está procurando na fotografia. Eu sei que ficou filosófico – deve ser por conta do chá especial que tomei hoje – mas fique tranquilo e leia as dicas que vou te dar… tenho certeza que irá entender e descobrir seu lugar na fotografia e qual equipamento comprar.

#DICA 1 – O mito de comprar a melhor câmera

Certo dia minha esposa me contou que tinha comprado um par de sapatos e que na mesma semana havia visto o mesmo par de sapatos em outra loja por R$ 50 mais barato. As duas lojas eram bem diferentes e para públicos diferentes; uma de nome e outra não, então me pus a pensa que na fotografia é assim também.

Todo mundo já se perguntou: “qual é a melhor câmera para comprar?” e sempre há um que diz: “a melhor câmera é a da Nikon” ou “a Canon é a melhor”. Marcas sempre serão apenas marcas! Todas as câmeras da Nikon são ótimas e todas as câmeras da Canon também dentro do propósito para cada uma foi criada. Cada fabricante tem uma particularidade que as faz únicas.

O mundo está bem saturado de Nikon e Canon, mas não só de Canon ou Nikon o fotógrafo vive. Você já olhou os modelos da Pentax? São super intuitivos e as crianças adoram. E os modelos da FujiFilm? Existe todo um preconceito com relação a ela. Olympus? Nem sequer pesquisou.

Eu vivo dizendo nos comentários que muita gente acha que comprando uma câmera melhor, uma câmera top, elas terão fotos melhores automaticamente e isso não é verdade.

Fotógrafo

Conta-se que um fotógrafo foi a uma festa de gente “ryca” lá em Nova Iorque. Quando ele entrou no salão, o anfitrião disse: “Eu amo suas fotos, elas são maravilhosas, mas também com essa câmera fantástica como essa elas jamais seriam ruins, não é?”. O fotógrafo não disse nada até que o jantar acabou, então disse para o anfitrião: “O jantar foi maravilhoso; a comida estava deliciosa. Você deve ter um fogão fantástico”.

Acreditar que uma câmera melhor (que muitas vezes é sinônimo de câmera maior) fará de você um grande fotógrafo é como pensar que uma raquete de tênis fará de você um jogador de tênis campeão do mundo. Vestir um jeans da Gisele Bundchen não te faz modelo superstar e comprar um grande equipamento não te fará um grande fotógrafo. “Ah, mas eu comprei uma D3100 e todo mundo elogia minhas fotos” – Boas lentes e boas câmeras podem melhorar a nitidez de suas imagens ou até mesmo a qualidade delas porque essas câmeras têm seus próprios méritos, mas tudo isso não vale nada se suas fotografias são mal compostas ou desprovidas de técnicas.

Um grande equipamento não te fará um grande fotógrafo

Quer um exemplo moderno do que estou falando? Entre no Instagram, 500px ou no Flickr. Oitenta por cento ou mais das belas imagens que vê lá são feitas com smartphones, compactas comuns ou DSLR de pequeno porte, por isso tenha em mente que a melhor câmera que você pode comprar é a que você pode pagar no momento, independente se ela é Canon, Nikon, Pentax, Samsung e etc

#DICA 2 – Que tipo de fotografia vai fazer?

Essa dica define tudo.

Se você pretende fotografar produtos, por exemplo, então não há motivos para comprar uma super teleobjetiva de 300mm nem frequentar cursos de fotografia de vida animal. Entende? A fotografia é muito vasta e no início de sua carreira você deve focar no que importa… não perca tempo querendo abraçar todas as áreas da fotografia.

No início de sua carreira você deve focar no que importa.

As perguntas podem ir além: Você está pensando em levar sua câmera para locais inóspitos como o deserto, mares ou com neve? Você vai fazer milhares de imagens em uma única sessão ou apenas fazer fotos em ocasiões especiais? Esta é uma das primeiras questões a considerar antes de comprar qualquer equipamento novo: no que você vai usá-lo?

Lugares selvagens exigem câmeras mais robustas e mais bem preparadas (as Pentax são feras nesse campo); milhares de fotos em uma única sessão exige uma DSLR de grande porte que aguente o ritmo pesado de trabalho; fotos ocasionais podem ser feitas com câmeras menos potentes tranquilamente.

Fotógrafos correndo de urso

O tipo de foto que fará também irá influenciar no tipo de lente que irá comprar. De primeiro momento a 18-55mm – padrão em muitas câmeras – ajuda bastante, mas deixa a desejar à medida que você se torna mais criterioso com suas imagens.

Por exemplo, se você está pensando em fazer uma série de retratos, pode-se optar em comprar lentes fixas ou lentes de zoom. Se você vai fazer fotos de casamentos, é interessante comprar meias teles e teleobjetivas. Se você vai fazer fotos de paisagens, então grande angulares são as melhores opções que poderá ter. Por fim, se quiser fazer fotos de produtos ou comida, o canal é comprar lentes macro. Percebe como existem diversas questões a serem pensadas antes de comprar sua câmera ou sua lente? Se quiser saber mais sobre lentes, temos o artigo com absolutamente tudo o que precisa saber sobre elas.

#Dica 3 – Marcas sempre serão apenas marcas

Desde já coloque na sua cabeça que marcas sempre serão marcas (exceto quando estamos falando da TekPix). Repita comigo: “marcas sempre serão marcas”. Mais uma vez pra fixar.

Infelizmente vivemos em tempos de intolerância: se você diz que gosta de Nikon é acusado de ser fanboy (termo usado em muitos fóruns para definir uma pessoa que não é só um fã de alguma coisa, mas é obcecada por ela e defende fortemente sua opinião ao respeito do assunto – Wikipédia), se diz que usa Canon, alguém se levanta para listar todas os defeitos das câmeras da marca.

Quem anda aqui pelo site sabe que uso Nikon e a maioria dos artigos são sobre a Nikon, embora eu fale um pouco sobre a Canon e um pouco menos sobre a Sony, mas nem por isso desprezo as câmeras dessas fabricantes. Quem me dera ter uma 6D ou uma RX1!

batman e robin

Todas as câmeras têm vantagens e desvantagens… o que você precisa saber é se o preço compensa as vantagens e se as desvantagens não prejudicam suas fotos. O resultado dessa equação resultará na câmera ideal. Não há nada de errado ou mal (exceto a grana que investiu) em começar na Nikon e depois, por motivos variados, trocar para a Canon ou vice-versa.

Creio que se olhar nos últimos 10 anos talvez perceba que a Nikon faz melhores corpos que a Canon, enquanto a Canon faz melhores lentes que a Nikon, mas isso é uma média e impressão minha. Para melhor ou pior, eu gosto e uso Nikon, contudo não penso menos de quem usa Canon ou outra marca.

Se você está indeciso entre Canon ou Nikon, eu posso te dar um conselho: escolher entre Canon e Nikon é uma escolha pessoal. As duas são fabricantes fenomenais e de forma alguma uma é melhor que outra. Eu escolhi a Nikon, mas conheço diversos fotógrafos que escolheram a Canon e por aí vai… cada um defendendo seu peixe e sua escolha.

Marcas sempre serão marcas

Então como decidir entre as duas? Minha dica é: experimente! Arrume um jeito de testar um modelo das duas marcas. Vá em uma loja e sinta o peso de uma câmera da Canon, o estilo do menu de uma Nikon, a quantidade de acessórios, a empunhadura de uma e da outra… faça um somatório e veja qual te agradou mais no geral. Essa será sua marca.

Sempre desconfie quando alguém diz que a Canon é melhor que a Nikon ou vice-versa. Isso é ser tendencioso e sua escolha estará baseada no que alguém disse que é melhor e não na sua experiência.

Canon ou Nikon?

A única diferença básica entre as duas que é válido ressaltar é em relação ao motor de foco, por isso vou reduzir todas as suas dúvidas em termos simples (lembrando que estou sendo BEM generalista agora):

o motor de foco está nas lentes, por isso elas são mais caras, porém os corpos das câmeras são mais baratos
o motor de foco está no corpo, por isso ele é mais caro, porém as lentes são mais baratas
O motor de foco é responsável por “dar o foco” na hora que você pressiona o botão levemente. Alguns motores são mais rápidos e eficientes dentro da própria Nikon e da própria Canon, por isso não se preocupe muito com isso… use apenas o critério acima.

#Dica 4 – Na fotografia tamanho importa (ui!)

Sim… foi duplo sentido, mas voltando à fotografia antes de comprar sua câmera preste atenção em uma das partes mais importantes de uma câmera: o sensor. Já foi dito aqui no Verena que o sensor é responsável por captar a luz, ou seja, quanto maior o sensor mais luz e melhor será a capacidade da sua câmera de registrar fotografias.

Entretanto, esse conceito de “mais = melhor” é muito mal explorada (para os clientes e bem explorada para os vendedores). Estou falando os megapixels. A pessoa entra na loja e vê duas câmeras: uma de 8Mp e outra de 16Mp e logo fica fascinada pela de 16Mp porque 16Mp é mais que 8Mp. Já explicamos aqui que não for imprimir em grandes dimensões, pouco importa a quantidade de megapixels.

Você precisa se atentar ao tamanho do sensor! O que parece melhor? Pegar um metrô com 10 pessoas no vagão ou embarcar no mesmo vagão com 33245411 pessoas na Sé? Ter 8Mp em um sensor de 23cm ou ter 16Mp em um sensor de 17cm?

Quanto maior o sensor mais luz e melhor será a capacidade da sua câmera de registrar fotografias

Curiosidade: Quão grande são os sensores nas diversas câmeras no mercado hoje? Um sensor de um smartphone é do tamanho de uma balinha de tic tac, um sensor de câmera compacta é o tamanho de um M&M, um sensor de DSLR de pequeno porte é do tamanho de um selo postal e um sensor de câmera de grande porte é o tamanho de um frame de filme 35mm.

Está gostando do artigo? Que tal me dar uma força e se inscrever no Verena? Garanto que você receberá dicas como essa em seu e-mail!

Então quantos megapixels são necessários e qual é o melhor sensor para você? Bom… mais uma vez essa resposta depende da resposta da Dica 2.

Se você está pensando em fazer imagens para outdoors ou impressões realmente grandes, um sensor full frame produz arquivos maiores que 20 MB e resoluções maiores. Uma câmera de entrada pode produzir arquivos grandes o suficiente para criar imagens do tamanho de um quadro de avisos; fica bom, mas não tente ampliar demais… o ideal é que imprima imagens de tamanho de uma folha A4 ou menor.

Tabela Resolução

Finalmente, se você quer apenas compartilhar suas imagens on-line, um smartphone ou câmera compacta resolvem seu problema, embora hoje se possa compartilhar imagens maiores também com certa facilidade.

# Dica 5 – Proporções e peso definem muito

Considere bem este quesito antes de comprar sua câmera. Você tem ideia de como seu pulso e branço ficam cansados e doloridos depois de uma sessão fotográfica de 4 horas segurando uma câmera DSLR? Você tem ideia de como é trabalhoso transportar com segurança uma DSLR em uma viagem? Você ideia de como uma DSLR chama atenção por ser grande e ter cara de “profissional”?

Muita gente esquece de responder essas questões e voltam de uma viagem reclamando do tamanho da bolsa para levar a câmera e do peso dela. Se tiver lentes teleobjetivas, aí que sua caminhada ao topo da montanha para fazer fotos do pôr-do-sol se tornará um martírio.

Grupo de cachorro de diferentes tamanhos

Eu sempre ando com minha Canon S100 que, apesar de seu uma compacta avançada, faz ótimas imagens, é pequena, portátil e ótima companheira de viagens. Geralmente os fotógrafos possuem dois corpos de câmeras e normalmente são corpos diferentes por diversas razões, mas entre elas está a questão do peso.

Por isso é altamente recomendável que pesquise em sites (como o Verena rs) sobre esses detalhes, veja a câmera ao vivo e sinta o peso dela e avalie se ela se acomoda bem na sua mão. Quem tem ganhado muito espaço no segmento das “pequenas, mas poderosas” são as mirrorless. Vale a pena verificar alguns modelos porque você pode ter o poder das DSLR’s e a portabilidade das compactas.

Sinta o peso dela e avalie se ela se acomoda bem na sua mão

Espero que tenha gostado das minhas dicas e que elas tenham chegado até você antes de comprar sua câmera. Agora me diga: não é bacana ler dicas como essas? Cada novo inscrito no site é um estímulo a mais para escrever artigos como este, por isso se não for cadastrado ainda aproveite agora!

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.