Fazer fotos usando o flash pode ser assustador às vezes, mas ao mesmo tempo abre um mundo totalmente diferente com novas possibilidades de luz e imagens incríveis que jamais existiriam apenas com a luz natural.

Eu particularmente não gosto de usá-lo, nem o dedicado nem o embutido, porém reconheço a importância dele e que a luz artificial pode nos salvar de poucas e boas. Não imagino o pessoal da fotografia de eventos fazendo fotos sem um flash dedicado.

Muitas vezes apenas depender da luz do sol pode ser uma furada, ainda mais em trabalhos externos: você fica completamente refém do humor do astro rei. Para quem tem necessidade de sentir e ter controle das coisas (as pessoas são desajustadas por natureza mesmo) ou para quem precisa ou quer liberdade no uso da luz artificial pode ser a saída.

Existem basicamente dois tipos de flash: o dedicado e embutido. No primeiro temos um equipamento que é comprado separadamente e acoplado na câmera conferindo diversos novos superpoderes para ela. No segundo caso, o nome já diz tudo: trata-se de um flash que já vem “grudado” na câmera e não é lá grande coisa, contudo, se bem usado, pode te ajudar a fazer fotos maravilhosas.

Um erro que é necessário corrigir logo de início é que se deve usar o flash, seja ele dedicado ou embutido, somente à noite ou em condições de pouca luz no ambiente como uma forma de prover a luz natural inexistente. Você pode e deve usar o flash em dias de sol ou em ambientes bem iluminados, as fotos abaixo são todas feitas durante o dia.

Aprender a usar o flash, começando por este aí embutido na sua câmera, pode transformar suas fotografias, pode te tirar da zona de conforto e pode te fazer um fotógrafo melhor. Não é necessário ter medo do flash e deixá-lo empoeirando na estante sem nunca usá-lo. É hora de aprender um pouco mais sobre ele e explorar um elemento que poucos se atrevem a estudar.

FLASH REBATIDO LATERAL

Flash rebatido é uma técnica muito utilizada por quem usa flash dedicado e o próprio equipamento ajuda nisso, porém para quem possui apenas o flash embutido usar essa técnica pode ser um pouco complicado. Uma estratégia muito prática e simples para contornar esse problema é usar uma parede, de preferência, branca para rebater a luz do flash.

Certifique-se de colocar sua modelo perto o suficiente da parede para que o flash possa rebater. Se você colocar sua modelo muito longe, mesmo usando toda a potência, não haverá como o flash alcançar sua modelo e iluminar seu rosto.

Todo o ajuste da câmera (exposição, balanço de branco, velocidade) devem ser definidos com base na luz predominante, ou seja, a luz do ambiente… o flash servirá apenas para preenchimento.

Talvez sejam necessários outros takes até conseguir o efeito ou a luz desejada, por isso reposicione sua modelo e preste atenção ao ângulo da luz natural para que ele não atrapalhe a luz do flash. Notem como a imagem abaixo parece artificial demais quando o flash é usado diretamente no rosto da modelo.

Para remediar esse problema bastou apontar o flash para a parede ao lado para que a luz refletisse nela e criasse uma luz mais suave e natural. Lembre-se de aumentar a potência do flash para o máximo que puder visto que a luz terá que percorrer um caminho maior indo até a parede para depois ir para a modelo.

flash

Praticamente todas as DSLR possuem esse ajuste de potência do flash embutido, superzoons e compactas geralmente não possuem essa configuração.

FLASH REBATIDO SUPERIOR

Fazer que a luz venha de cima pode criar um aspecto interessante para suas fotos usando o flash embutido da própria câmera. No caso da foto abaixo a modelo está posicionada debaixo de uma ponte com acabamento reflexivo de prata. Sem flash a foto quase fica em total escuridão:

Apontando para o teto, o flash rebateu na ponte e melhorou a imagem, contudo ainda é possível ver algumas sombras debaixo do queixo e nos olhos que incomodam, pelo a mim incomoda… devo ter algum tipo de problema – não liguem.

Como resolver isso? Como melhorar essas sombras sem ter um rebatedor profissional de R$ 200? Você tem algum cartão de visita com fundo branco ou um pedaço de papel branco na sua mochila? Pois bem, pegue-o.

Posicionando o cartão de visita embaixo do rosto da modelo ao fazer o clique a luz que virá de cima rebatida no teto da ponte vai refletir no cartão e quase eliminar as sombras. Claro que ainda haverá algumas sombras, mas não serão tão drásticas como estavam na foto sem o “cartão de preenchimento” improvisado.

FLASH REBATIDO ANTERIOR

O terceiro e último exemplo que vou mostrar é como usar uma parede atrás de você para iluminar sua modelo. Basicamente você precisa de alguma parede ou elemento reflexivo alinhado com a câmera de forma que o flash possa rebater e preencher o rosto da sua modelo.

Eu gosto mais da luz natural como disse no começo, mas para ser honesto por mais que a imagem acima esteja ótima perceba que há sombras que podem ser eliminadas com o uso do flash. Ambas as fotos ficaram ótimas, porém talvez a segunda seja mais comercial, ao gosto do cliente, do que a primeira. A verdade é que cada uma expressa uma linguagem diferente e tudo vai depender da intenção do fotógrafo ou o que o trabalho requer.

Flash para iniciantes: como fazer fotos incríveis com o flash da câmera

Apenas alguns cuidados: evite paredes coloridas porque elas podem interferir na cor da sua fotografia no momento do flash rebater. Procure correr de paredes escuras pois elas vão absorver a luz do flash, deixá-lo mais fraco e depois de alguns takes usando o flash na potência máxima sua bateria vai se esgotar facilmente.

Lembre-se de ser criativo. Eu ensinei três modos de usar o flash da câmera fazendo uso dos elementos a sua volta, contudo é possível inovar essas mesmas técnicas adicionando elementos novos e diferentes.

Ter acessórios é bom, mas não é obrigatório. Um rebatedor profissional certamente facilitaria sua vida, ter uma tocha ao invés de usar o flash da câmera pode conferir um resultado mais interessante ou usar um dedicado fará tudo diferente, todavia entenda que eles são facilitadores e não essenciais (dependendo do que estiver trabalhando, claro).

A melhor coisa a se fazer é estudar a luz e suas propriedades para saber como usá-la em suas fotos. Ter o olhar apurado e saber as técnicas são muito mais importantes que o equipamento usado. Pense nisso.

Agora… quem tem um jeito interessante de usar o flash da câmera e quer me contar? Sempre quero saber como vocês usam o flash! Vamos lá… me contem!

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.