Entenda finalmente o que significa uma câmera Fullframe e o fator de corte

Uma das primeiras coisas que você precisa entender no mundo da fotografia é a diferença principal entre as câmeras DSLR: o tipo do sensor. É justamente o tipo do sensor que irá ditar até mesmo a lente que deverá comprar e influenciará todas as suas futuras escolhas de equipamentos e upgrades. Qual a diferença entre uma Fullframe e uma câmera crop? Descubra agora mesmo!

Aprender sobre o que é um sensor FullFrame e o que é o fator de crop é fundamental. Tanto Canon como Nikon possuem modelos com os dois tipos de sensores e saber quais são eles vai te poupar de uma compra errada e dinheiro em seu bolso

Eu acho que vale a pena você ler e saber um pouco sobre as siglas que Nikon e a Canon usam antes de continuar este artigo… será mais fácil para entender e vai evitar que fique perdido na sopa de letrinhas das fabricantes, mas para compreender essa história precisamos voltar no tempo… no tempos em que a magia existia neste mundo.

Antigamente…

As câmeras do século passado usavam filmes de 35mm de largura (também conhecidos como 135) sensíveis à luz. As câmeras da época possuíam sensores do mesmo do filme e por isso eles ganharam o nome de FullFrame, ou seja, “Quadro Cheio” na minha tradução livre. Existiam outros formatos de filmes, porém o filme mais comum e difundido era o de 35mm que produzia imagens de 24mm x 36mm na proporção de 3:2.

1071635mm_film

A era digital chegou, revolucionou a fotografia e praticamente baniu os saudosos rolos de filmes amarelinhos da Kodak (os de 12 poses eram os únicos que conseguia comprar com meu já escasso dinheiro), contudo a nova era digital também trouxe modernidade e praticidade com os novos sensores APS, modelo criado pelas grandes fabricantes de câmeras, em três variações diferentes, cada uma com um objetivo distinto:

APS-H = HDTV (Tamanho 30,2 x 16,7 mm e formato com proporção 16:9)
APS-C = Classic (Tamanho 25,1 x 16,7 mm e formato com proporção 3:2)
APS-P = Panorama (Tamanho 30,2 x 9,5 mm e formato com proporção 3:1)

Reprodução:Luciana Vieira

Reprodução:Luciana Vieira

Atualmente…

Deixando de lado os modelos APS-H e APS-P por motivos óbvios, era muito complicado construir sensores do tamanho dos filmes de 35mm, por isso as câmeras equipadas com eles era super restrita e cara. A solução das fabricantes foi adotar o tamanho dos filmes APS-C para seus sensores (15.7 x 23.6mm) que eram mais simples de produzir, mais baratos e pequenos ainda oferecendo qualidade suficiente para a maioria dos fotógrafos. Quer coisa melhor?

Com a evolução da tecnologia ficou mais barato produzir sensores de 35mm e as câmeras FullFrames voltaram ao mercado com força total formando o cenário que temos hoje: câmeras equipadas com sensores APS-C e sensores FullFrames. Câmeras com sensores APS-C são apelidadas de câmeras “Cropadas” ou somente “Crop“, termo que vem do inglês bárbaro que significa “corte” e câmeras equipadas com sensores de 35mm são chamadas de FullFrame ou Fullsize.

Fullframe sensor

O que importa? Coma torta!

Se você olhou a imagem acima com cuidado, notou que a Nikon usa a sigla DX para nomear seus sensores APS-C, FX para suas câmeras com sensor FullFrame. Deve ter notado também que a Nikon tem um fator de corte (que falaremos mais a frente) de 1.5x em suas câmeras crops enquanto na Canon o fator é de 1.6x. Respire… já vai ficar mais claro.

Além de interferir diretamente no seu bolso, uma parte muito sensível de qualquer ser humano, ainda mais se ele tem nacionalidade brasileira, saber o tipo de sensor que sua câmera tem ou tipo de sensor que gostaria de ter vai ditar o tipo de lente que irá comprar. Pense bem nisso porque quase ninguém considera esse pequeno detalhe, por isso vamos falar um pouco sobre as lentes dedicadas para sensores FullFrame e Cropadas.

NIKON

Lentes DX – Foram projetadas para câmeras com sensores APS-C, ou seja, cropados.

Lentes FX – Foram projetadas para câmeras com sensores FullFrame, ou seja, FullFrame (rs).

CANON

Lentes EF-S – Foram projetadas para câmeras com sensores cropados

Lentes EF – Foram projetadas para câmeras com sensores FullFrameFullFrame Lentes Canon

Simples assim. Para câmeras cropadas use lentes DX ou EF-S, para câmeras FullFrame use lentes FX ou EF. Eu sei… eu sei… “O mundo é muito injusto. Eu dou plantão nos meus problemas. Que eu quero esquecer”. Nem tudo é tão fácil e simplista assim na fotografia, sempre dão um jeito de complicar as coisas para você, por isso continue a leitura que o Verena te ajuda.

DIFERENÇAS

Como você poderá notar na imagem abaixo, o sensor FullFrame cobre toda a extensão do sensor enquanto o sensor do tipo APS-C se limita a apenas uma parte dele. É bem ali que reside a grande diferença entre eles e dor de cabeça dos fotógrafos iniciantes.

Fullframe e Crop

Agora vamos pensar no seguinte: um sensor crop e uma lente de 31mm produzirão a mesma imagem que um sensor FullFrame e uma lente 50mm. Se dividir 50mm por 31mm teremos o chamado fator de corte de 1.6x. Olha a mágica: 31 mm x 1.6 = 49,6mm que é quase igual ao comprimento focal da 50mm.

Na hora de escolher uma lente para sua câmera crop use esse fator para ter ideia do aspecto focal da lente. Uma lente 50mm, quando usada em uma câmera com fator de corte de 1.6, vai mostrar o equivalente a uma lente 80mm (50 x 1.6). Se essa 50mm fosse usada em uma câmera FullFrame, o aspecto seria 50mm.

Quer me dar uma força? Se inscreva no Verena! É uma ótima forma de incentivar mais conteúdos como este!

Fica claro que o fator de corte é ótimo no caso das teleobjetivas, já que potencializa a distância focal da lente (uma 200mm teria aspecto de 320mm), mas ele prejudica o ângulo de visão das grande-angulares (uma 24mm  teria aspecto de 36mm).

Antes que você se empolgue muito com essa multiplicação de distância focal saiba que, mesmo com aspecto de uma objetiva de 80mm, você ainda possuirá uma lente de distância focal de 50mm, o que muda é única e exclusivamente o ângulo de visão. É como se você pegasse o negativo de um filme 35mm e cortasse no centro da imagem. A lente vai cortar as bordas e mostrar o equivalente de uma 80mm, mas ainda sim vai se comportar como uma 50mm, com as mesmas aberrações, distorções e profundidade de campo.

COMBINAÇÕES

Uma lente FullFrame em uma câmera FullFrame – Vai funcionar 100%, afinal ela foi projetada para este tipo de câmera. A distância focal será real, ou seja, uma lente FX de 85mm será 85mm.

Fullframe e Fullframe

Uma lente FullFrame em uma câmera cropada – Vai funcionar também, você vai pagar caro na lente quando poderia pagar menos em uma lente crop, mas em questão de funcionalidade ela irá operar normalmente.

Fullframe e Crop

Uma lente crop em uma câmera FullFrame – Aí o bicho fica feio. Uma lente crop é feita para sensibilizar um sensor menor, quando encontra um sensor maior, a luz que passa por ela, vai sensibilizar uma área menor, deixando as bordas mais escuras criando a chamada vinheta. Perceba que, na imagem abaixo, tudo o que ficar fora da imagem da praia no centro ficará preto. Você terá uma foto circular com os cantos pretos.

Aqui vale uma ressalva: a Nikon desenvolveu um sistema esperto que quando a câmera FullFrame percebe que a lente usada é para câmeras crops ele muda automaticamente a área a ser sensibilizada para que ela seja menor e assim evite as vinhetas.

Crop e Fullframe

Uma lente crop em uma câmera cropada –você não terá problemas. O quadro do sensor é perfeitamente iluminado pela luz que entra na lente crop

Crop e crop

Cada fabricante define o fator de corte para suas câmeras. O fator da Nikon é 1.5 enquanto o da Canon é 1.6 e assim pode variar de fabricante para fabricante de acordo com o tamanho do sensor usado. O fator de corte nada mais é do que um valor calculado pelo fabricante que indica, proporcionalmente ao tradicional 36mm x 24mm (FullFrame), quão menor é o sensor de sua câmera.

Eu tenho uma Nikon D3100, o fator de corte dela é 1.5 (informação da própria fabricante) e tenho uma lente 50mm. A lente possui 50mm de distância focal e se fosse usada em uma câmera FullFrame seriam realmente 50mm, porém como estou usando em minha D3100, a qual é uma câmera com sensor APS-C, ou seja cropado, a lente de 50mm não terá aspecto de 50mm. Multiplique 50mm x 1.5 e você obterá o valor de 75mm.

FullFrame aspecto

Para os usuários de Canon um jeito fácil de identificar lentes EF-S e EF é ficar atento à bolinha vermelha ou um quadradinho branco no corpo da lente como mostra a imagem abaixo. Note também que no encaixe da lente das câmeras EOS também existe esta marcação para indicar qual tipo de lente a câmera suporta.

Perceba: mesmo que a câmera EOS FullFrame seja compatível com uma lente EF-S não quer dizer que não haverá vinheta. Encaixe da lente é uma coisa e sensor é outra! Cuidado.

Atenção:fique muito atento ao tipo de lente que irá comprar de outras empresas que fabricam lentes para Canon e Nikon como Sigma, Tamron e Tokina. Elas possuem marcações próprias e encaixes diferentes para cada tipo de câmera.

Canon EF-S

Qual tipo de sensor devo escolher?

Câmeras Fullframes são mais caras e equipam câmeras mais robustas portanto são, obviamente, mais caras. Geralmente fotógrafos que já sabem fotografar, possuem um valor maior para investir e seu trabalho exige características que só as Fullframes podem oferecer migram para essa categoria de câmeras assim que possível. Ter um sensor Fullframe faz que a câmera capte mais luz, tenha um quadro completo da cena e menores níveis de ruído.

Gostou do artigo? Se inscreva para ajudar o Verena!

O pessoal iniciante geralmente é pobre (assim como eu) e ter um monstro Fullframe se configura um gasto muito alto, por isso preferem começar com câmeras crops que são mais baratas e oferecem uma ótima qualidade de imagem. Claro que o fato de comprar uma Fullframe não descarta sua câmera crop… usá-la como segunda câmera é um bom uso e que recomendo.

Se ainda ficou com alguma dúvida, dê uma lida nos comentários nos quais respondo muitas outras dúvidas e se ainda assim não ficar satisfeito sinta-se livre para fazer sua pergunta.

OBSERVAÇÃO AVANÇADA

Um detalhes técnico mais avançado é que a questão do crop afeta também a abertura da lente e não somente a distância focal.

Não entraremos em detalhes muito técnicos, já que esse artigo é para dar uma base aos iniciantes, mas basicamente o fator de crop vai “escurecer” sua lente, ou seja, ela não terá a abertura que diz ter. Usando uma Nikon como exemplo podemos ver facilmente que uma lente 50mm f/1.4, quando usada na D7100 (fator de crop de 1,5x), produzirá aproximadamente a mesma imagem que uma lente de 75mm f/2.0 se estivesse em uma câmera D800 (full-frame).

O sensor cropado afeta seu campo de visão (o quão perto você está do seu assunto), sua profundidade de campo (o quão focado é seu plano de foco ou quanto desfoque de fundo você terá) e a quantidade de luz TOTAL que atinge o sensor (a quantidade de luz por polegada quadrada de sensor), ou seja, em um sensor crop haverá menos luz total porque você tem menos área de sensor para que a luz o atinja.

Falar sobre esse tópico mais avançado foi sugestão do leitor Eduardo Metinger.

  • Caio

    Poderia me explicar sobre a NIKKOR ED?

    • O que quer saber, Caio? Especificamente

      • Caio

        Bem, se essa NIKKOR ED tem algo haver com a nomenclatura FX e DX?

        • ED significa Extra Low Dispersion Glass que nada mais é do que uma referência ao vidro ou cristal de alta qualidade que corrige a aberração cromática (aquela dispersão produzida por lentes que possuem diferentes índices de refração para diversos comprimentos de onda luminosa).

          Lentes ED possuem ganhos de nitidez e reprodução de cores, pois os elementos internos são de melhor qualidade. São lentes mais caras produzidas pela Nikon e com benefícios das lentes feitas a partir de cálcio fluorite, porém, mais resistentes.

          A lente ser ED ou não, não tem relação direta com a lente ou a câmera ser DX ou FX. Ela está relacionada à qualidade dos elementos ópticos da lente

          Leia mais em http://www.verenafotografia.com/siglas-nikon/

  • Vivian Moreno

    Eu estou até emocionada de ter achado esse site justamente com esse post, caiu como uma luva, então antes de tudo : Muito Obrigada!
    Agora basicamente preciso de um auxílio rs, Tenho uma T3i e descobri que o sensor é cropado, bom, gosto das lentes fixas por enquanto tenho uma 50 mm 1.8, tenho fotografado retratos, estou com muita vontade de comprar uma 85 mm também 1.8 (porque a verba está difícil) mas … será que realmente compensa?Estou com receio de perder a qualidade da lente devido ao sensor , Penso em mais pra frente comprar uma Full Frame , Agradeço desde já

    • Oi, Viv.

      Que bom que este artigo te ajudou justamente quando precisava!

      Você já tem um gosto refinado por preferir lentes fixas. A 50mm f/1.8 é uma lente incrível e ter uma 85mm f/1.8 será mais incrível ainda. Ambas as lentes poderão ser usadas em uma câmera Fullframe, portanto não irá perdê-las quando trocar de câmera.

      Você não perderá qualidade ao usar a 85mm em um sensor crop. A única coisa que vai acontecer que você terá um aspecto focal de 136mm, ou seja, praticamente uma teleobjetiva. Quando usar a 85 em uma Fullframe o aspecto será de 85mm mesmo.

      Na minha opinião você fará uma boa compra caso se decida pela 85mm (ainda mais considerando que gosta de fazer retratos) e sua escolha será melhor ainda quando trocar sua T3i por uma Fullframe

  • Ademar

    Excelente explicação! Clareza e precisão. Parabéns e obrigado!

    • Opa… valeu pelo elogio, Ademar

  • Felipe

    Oi johnny gostei muito do post, parabéns !
    Muito especifico e com clareza, agora tenho uma pergunta..
    Estou querendo comprar uma canon 6d com uma 50mm 1.4 e uma 24-105mm serie L f4
    É uma boa? Quero fazer videos de casamentos e outros e fotos de pessoas e paisagens. Muito obrigado

    • Opa! Obrigado, Felipe.

      A 6D é uma DSLR Fullframe que equipada com essas lentes se tornam um bom set para fotografia profissional

      A primeira coisa que vou dizer é que você NÃO DEVE pensar que “partir para uma superzoom, mirrorless ou qualquer DSLR te dará a boas fotos automaticamente”. Muita gente acha que comprando uma câmera maior e melhor suas fotos ficarão boas sem nenhum esforço.

      Quem faz a foto é o fotógrafo e se ele não souber usar a luz ou sua câmera, as fotos serão tão boas quanto as feitas por um celular. Estou dizendo isso para que considere fazer um curso de fotografia antes de entrar no mundo das DSLR’s ou melhor compre a DSLR e faça o curso simultaneamente. Um curso básico não demora 1 mês para ser concluído e acontece 2 ou 3 vezes por semana (SENAC, Impacta, Belas Artes ou o Verena rs (http://www.verenafotografia.com/novidade/reserva.html)

      Se você gosta de fotografia, quer aprender cada vez mais, quer fazer fotos cada vez melhores, então não deixe de estudar. Avalie direitinho suas necessidades e veja se sua intenção é entrar de cabeça no mundo da fotografia, pois para ter o “dedo de um bom fotógrafo (a)” você precisa ser um bom fotógrafo (a) e isso só acontece mediante muito estudo e prática.

      Não adianta queimar 8 mil reais ou 3 mil em uma câmera top ou uma câmera DSLR com lentes tops se você não souber como usá-las. Percebe? Esse é meu conselho para você antes de comprar esse set que pretende

  • Cristiane Moreira

    Oi, Johnny! Mto bom seu texto. Simples e objetivo. Me ajudou bastante. Queria ver se tu pode me ajudar. Tenho uma nikon d750 e quer comprar uma lente sigma 10mm Fish Eye. Acontece que essas lente são para câmeras crop, tu acha que vale a pena? Quanto eu iria perder com esse crop? Obrigada!

    • Oi, Cris.

      Obrigado pelos elogios.

      Particularmente eu não acho legal comprar uma lente crop para uma Fullframe… é como ter um carro 2.0 e pedir para o mecânico reduzir a potência para um 1.0

      Além disso você vai criar vinheta nas imagens… a lente irá sensibilizar uma área menos do sensor e o que ela não cobrir ficará preto.

      Realmente não vale a pena.

  • Gabriela Cavalheri Tiburcio

    Parabéns pela matéria, foi clara e objetiva. A questão é… eu tenho exatamente os mesmos equipamentos que você, uma Nikon D3100 e uma 50mm, mas estou em dúvida pq quero investir em qualidade, então não sei se compro uma full frame ou se invisto primeiro em uma lente melhor (faço newborn e sessões externas de gestantes e famílias). Lí sobre a D600, que é uma das mais em conta, gostaria da sua opinião, já que está no mesmo “barco” que eu no quesito equipamentos, rs.

    • Obrigado pelos elogios, Gab.

      De fato a melhor (leia: mais barata rs) Fullframe é a D610 (a D600 é bucha, NÃO COMPRE). Logo seria a migração lógica, mas isso se seu trabalho exigir porque trata-se de um investimento alto.

      Se seu orçamento está apertado (como deve ser o orçamento da maioria dos fotógrafos rs), então o ideal seria comprar lentes fullframe e continuar com sua D3100 e quando realmente sentir que ela não te ajuda mais, então trocar pela D610…. assim você não perde as lentes e faz a troca do corpo quando tiver mais grana.

      Agora se sua situação é confortável, parta logo para a D610 e entre para o mundo fullframe rs

  • Michel Gamerre

    Jonny excelente matéria !!! Parabéns, bem minha duvida e a seguinte tenho uma D3200 (dx) mais realmente uma full ta muito cara para quem tem fotografia como hobby minha pergunta é o que vale mais uma 35mm ou uma 85mm (lentes fx) gosto de fotografar paisagens já tenho a 50mm???

    • Olá, Michel.

      Obrigado pelos elogios.

      Depende, cara… A D3200 com a 35mm vai gerar um aspecto de 52mm enquanto a 85mm vai parecer uma 127mm. Qual aspecto focal interessa mais?

      Para paisagens é interessante ter a 35mm que vai fechar o ângulo de visão bem menos que a 85mm. As duas são lentes acima da média e você estará bem acompanhado com qualquer uma das duas

  • Isa Cardoso

    Oi Jonny! Cara… Te amo, sério! Tô por aqui umas 3 horas lendo esses posts. <3 Muito obrigada!
    Agora deixa eu te fazer duas perguntas… Li uma vez, que usar uma lente FX em uma crop, poderia até quebrar o cristal, isso procede? Pode mesmo ocorrer algum dano?
    Tenho uma Nikon D3200, por enquanto só tenho a lente do kit, uma 18-55mm, sonho com uma 50tinha, quero trabalhar com newborn, na sua opinião, qual seria a lente mais indicada para esse tipo de fotografia?

    Obrigada obrigada obrigada!

    • Oi, Isa.

      Que bom que pode passar tanto tempo no Verena!

      Não conheço nenhum caso que usar uma FX em uma câmera DX quebre o cristal da lente. Precisa avaliar direitinho se isso procede mesmo da pessoa ou de onde você ouviu isso.

      Sobre newborn eu escrevi bastante aqui http://goo.gl/QLt5TX, mas já adianto que a 50mm é uma ótima lente. Ela tem suas particularidades, mas é uma ótima lente. Eu tenho uma (que analisei aqui http://goo.gl/K2DkLm e aqui http://goo.gl/h6Ta4B) e não troco por nada.

      De nada, de nada, de nada 🙂

  • Júnior Sousa

    Olá, boa noite. Li seu artigo e só o que posso dizer é parabéns pelo trabalho! Tenho uma Nikon D3200 e uma lente 70-300mm e a 18-55mm do kit. Preciso adquirir outra lente e estava decidido a comprar a 50mm pois me disseram que ela é ‘essencial para todo fotógrafo’. Entretanto após ler sobre ela aqui vi as diferenças entre as câmeras full frame e aps-c. Pretendo fotografar com ela (50mm) tudo enfim, desde pessoas em ambientes pequenos, médios e grandes bem como ambientes externos como um campo, praia, etc. Para a minha D3200 a 50mm vai ter o resultado real de uma 75mm (ou seja, vai fazer o que a minha 70-300mm faz a partir dos 75mm)? É isso ou eu entendi errado? E se for a 35mm, essa sim vai ter o resultado real equivalente à lente de 50mm? Em suma para o tipo de trabalho que viso, qual a lente indicada, a 35mm ou a 50mm? Desculpa a cachoeira de perguntas mas agradeço se você responder a todas elas.

    • Opa, valeu pelos elogios.

      A D3200 é uma câmera crop e com isso há fator de corte. Como disse no artigo não é que sua 50mm vá virar magicamente uma 75mm, mas a foto terá ASPECTO de uma 75mm. Se deseja ter o aspecto de uma 50mm então é melhor comprar mesmo a 35mm que é uma lente tão boa quanto a 50mm.

      Para paisagens e ambientes fechado o melhor mesmo são grande angulares e a 35mm é mais angular que a 50mm, por isso seria uma escolha mais acertada.

      Pode perguntar de boas.

      • Jacqueline Aguiar

        Estou aprendendo muito com esta página, todas as minhas dúvidas estão sendo
        sanadas, e aprendi mais em 15 min de leitura que em 2 dias de workshop,
        excelente trabalho, parabéns Johnny.

        • Opa… obrigado pelos elogios Jac!

          Lembrando que o Verena disponibiliza uma ferramenta de ajuda rápida ao iniciante e que em breve vamos abrir turmas de estudo aqui em SP. Fique ligada

  • Igor Donn

    Cara, o que posso lhe dizer é os meus parabéns pelo seu artigo que consegue ser completamente complexo para pessoas como eu que não entendem muito e que esta começando no mundo da fotografia e ao mesmo tempo completamente esclarecedor pois conseguiu basicamente tirar algumas duvidas que tinha sobre este assunto.

    A minha grande questão que queria lhe perguntar é a seguinte:

    Por acaso, também possuo uma câmera NIKON D3100 e estou batendo cabeça literalmente para encontrar a lente 70-300.

    A um tempo atrás comprei uma lente SIGMA 70-300 de um amigo porém a mesma nao me ofereceu o FOCO AUTOMÁTICO, ou seja, tive que devolver.
    Depois disso, estou louco procurando uma 70-300, que seja NIKKOR ou mesmo SIGMA para comprar e que possua esse MOTOR DE FOCO, que foi me informado que a lente precisa ter.

    Como procuro para comprar uma lente que possua motor de foco para minha camera?
    Como consigo identificar que a lente possui esse motor?

    Viso bastante foto esportiva, sou surfista e estou começando a tirar fotos da galera para levantar um extra além do meu salario.

    Desde já, obrigado pelo seu retorno e queria novamente lhe parabenizar pelo artigo, que venho lendo diversos outros artigos e matérias de outras pessoas a bastante tempo e que vão confundindo e dificultando mais ainda a minha cabeça.

    Abraços, e aguardo seu breve retorno, fique com deus ! Tchau.

    • Olá, Igor.. Obrigado pelos elogios.

      Nas câmeras da Nikon a nomenclatura que indica que a lente tem ou não motor de foco é o “AF” nas especificações.

      No caso da Sigma creio que seja HSM – Hyper-Sonic Motor – Motor Hipersônico – são lentes recomendadas para corpos Nikon que não possuem motor de foco embutido. Utiliza um motor de ondas hipersônicas para focagem automática, fazendo do processo mais rápido e silencioso.

      Tente pesquisa a lente que deseja e veja nas especificações que se há essa nomenclatura ou descrição falando sobre “auto foco”, ou “foco automático”

  • Dejalma Rosário

    Bom dia. Sua matéria é bem esclarecedora. Tenho uma nikkon DX D3200. Gostaria de adquirir uma lente teleobjetiva, mas não tão cara. Qual você me indica? Grato.

    • Olá, Dejalma.

      Obrigado pelos elogios.

      Lentes tele são caras por definição. Tudo vai depender de quanto tem para investir em uma tele e o que pretende fotografar. Quanto maior a distância focal, mais cara será a lente.

      Uma sigma 150mm-500mm usada está custando cerca de R$ 2.800,00 por exemplo.

  • Ana

    Boa noite!!! Estou com algumas dúvidas… Possuo uma Nikon D3100 e estou começando na área agora, com fotografia de newborn, gestantes, festa infantil, etc… enfim…e gostaria de adquirir uma nova lente e estou na dúvida entre a 50mm 1.8 e a 35mm 1.8…. Gosto de fotos com o fundo bem desfocado. Mas não gostaria de imagens distorcidas…Você poderia me ajudar a optar pela melhor lente na minha área de atuação!? Desde já te agradeço muito e parabéns pelo trabalho!

    • Oi, Ana.

      Usando a D3100 que é uma câmera crop, talvez o mais interessante é comprar a 35mm que não haverá distorção perceptível

  • Marcus Vinny Coelho

    Cara, por acaso estava lendo este artigo e gostei muito da sua explicação: mais clara e objetiva do que essa é impossível, parabéns! Esse problema com sensores já não sofro mais, a unica coisa que pega é saber realmente o que é bom ou não é, digo isso quando se trata de marcas de ‘segunda linha’, por exemplo: Eu gosto muito da Nikon, mas comprar as lentes dela por exemplo, é muito caro. Aproveitando o gancho, na sua opinião, qual é a melhor opcão de lente grande/super angular para nikon, uma fabricante qualquer que produza essa lente com um custo – benefício interessante. Obrigado!

    • Obrigado pelos elogios, Marcus.

      As melhores fabricantes de lentes para Nikon e Canon são a tríade Sigma, Tamron e Tokina. Uma opção de GA seria a 14mm ou 24mm da Sigma ou Tamron, mas há a opção da 14mm da Rokinon também. Agora vai da sua pesquisa e gosto pessoal

  • Olá, Rodrigo.

    Obrigado pelos elogios.

    Astrofotografia é um ramo bem específico da fotografia, por isso comprar lentes apenas para isso pode inviabilizar seu uso em outras ocasiões.

    Lentes acima de 200mm de distância focal são as mais recomendadas. A lua mesmo requer uma lente de 300mm para obter detalhes e criar imagens bacanas. São lentes mais caras, por isso vá preparando o bolso.

    Veja a diferença de distância aqui http://goo.gl/OFbH1Y

    Pelo que sei a lente mais barata da Nikon é a 70-300mm, mas existem outras opções

  • Rodrigo Cruz

    Obrigado pela explicação e um excelente material, esse assunto as vezes torna-se complicado, com esse texto simplificou minha tarefa nas escolhas de lente.

    • Essa é a ideia, Rodrigo. Valeu!

  • Danielle Arozio

    Adorei o post. Gostaria de uma ajuda. Quero comprar uma boa câmera para gravação de vídeos/filmes. A maior parte outdoor, mas também indoor, de paisagens, viagens, lugares. Estou realmente em dúvida sobre qual melhor equipamento. Qual você indicaria para vídeos? Estava pensando na Canon 70D, será que seria a ideal? Ou uma mirrorless seria melhor? Se comprar a 70D quais lentes a principio seria o ideal pra começar? O foco é maior em filmagens mas também farei fotos. Obrigada.

  • Fala aí, Airton.

    Sobre o ângulo de visão seguem alguns cálculos

    50mm na fullframe – 4.32 horizontal 2.88 vertical 5.19 diagonal
    55mm na crop – 2.45H // 1.64V // 2.95D
    55mm na fullframe – 3.93H // 2.62V // 4.27D

    Dá para ver a mudança do ângulo de visão nessas combinações

  • Jorge, a Canon trabalha da mesma forma, ou seja, uma Canon cropada equipada com uma EF-S é beleza porque as lentes EF-S são para câmeras crop.

    Uma Canon crop com uma lente EF fica tudo beleza também mesmo as lentes EF sejam para câmeras fullframe.

    O problema seria usar uma EF-S em uma câmera fullframe.

    O fator de corte de uma câmera crop influencia tanto lentes EF quanto EF-S

  • Fala aí, Guylherme.

    Obrigado pelos elogios.

    As câmeras possuem limitações técnicas que por mais que se esforce não vai conseguir vencê-las.

    O bokeh pode ser criado ajustando a abertura, mas também a distância. Se sua câmera está no limite do ajuste da abertura, então experimente se aproximar da pessoa/objeto.

    Se não der certo então não tem muito o que fazer… talvez usar o modo de cena “macro” ajude

  • Sempre respondo, Guylherme 🙂

    Opa! Que bom que conseguiu! Continue no Verena que toda semana tem novidades

  • Olá, Pedro.

    Obrigado pelos elogios.

    Olha só… uma pergunta fora do padrão! Perguntas assim são sempre as melhores.

    Saber a distância entre você e o objeto a ser fotografado não é tão relevante, exceto quando se está fotografando com flash externo… aí é bom ter uma noção dessa distância.

    Agora mover o zoom para caber mais cena ou estreitar em um detalhe fica a seu critério… a única questão é que a câmera em 55mm a lente a abertura cai e a lente fica mais escura, isso pode prejudicar sua foto (ainda mais se elevar o ISO).

    Exemplo… tem uma pessoa que quer fotografar. De onde está você alcança o rosto dele usando sua lente em 55mm, mas a foto não terá um “desfoque” legal e mais perderá qualidade do que se tivesse se aproximado da pessoa e feito a mesma foto do rosto dela em 18mm com abertura maior.

    Se gosta do meu jeito de explicar, tenho uma dica para você: http://www.verenafotografia.com/premium

  • Flora Andrade

    Tenho uma dúvida. Quero pegar uma lente analógica com adaptador 35mm da Canon. E ai, como funciona nesse caso? Ela vai ser mesmo uma 35mm? Pelo que entendi do seu post acho que sim. Ps: Tenho uma fullframe. Obrigada

    • Oi, Flora.

      Eu não entendo a fundo de Canon, mas a 35mm será 35mm na Fullframe normalmente. A questão é que o adaptador serve para que a lente de outro mount seja compatível com os novos encaixes da Canon. Obviamente você não terá Auto foco, mas a lente servirá

      • Flora Andrade

        Não tem problema não ter Auto focus. Brigada por tirar a duvida. =)

        • Se precisar, é só voltar aqui

  • Olá, Rafael.

    Vai continuar apresentando o fator crop 🙂

  • Jonas da Silva

    Um fato extremamente importante, mas que quase ninguém discute e depois de comprar uma câmera full-frame e utilizar uma lente DX, que possivelmente utilizava em sua câmera antiga…a resolução da imagem. Em uma Nikon D750 por exemplo de 24M. Com uma lente DX, vc terá uma imagem de somente 10M!…Isso mesmo 10M. Ou seja, menos do que uma D300. Então fiquem atentos…de nada adianta comprarem uma novíssima e poderosíssima câmera full-frame, mas não investirem em uma lente FX pois poderão estar com uma BMW na mão, mas com um motor de Fusca. Abraços.

    • As coisas devem sempre andar juntas…. câmera Fullframe, lentes fullframe

  • Por isso que o Verena existe! Ajudar as pessoas a saberem desses detalhes antes que elas comprem! Valeu pela contribuição

  • Olá, Ale.

    A D7100 é uma câmera DX e terá fator de crop seja com uma lente DX ou FX porque o fator de crop é referente ao sensor.

  • marcelo

    Bom dia!
    Belíssimo post explicativo Johnny, quem entende realmente é diferente, parabéns!
    Minha esposa é fotógrafa de festas infantis, possui duas d300s e diversas lentes Dx próprias para elas… mas enfim, fiz uma graça nesse Natal e dei de presente uma d800.
    Entendi o fator compatibilidade, fiz uma surpresa e ela mesmo não sabia do presente, se eu tivesse lido seu arquivo anteriormente teria dado uma super lente que era queria com~e o a 24-70 (que seria praticamente o mesmo valor da camera) e naturalmente seguiria o que você aconselhou em diversas respostas, primeiro trocar as lentes, depois a maquina… mas já fiz a cagada, então já era…
    Em questão de minimizar os “aceites” da nova fullframe com as lentes dx, teria alguma configuração na nova maquina a ser feita? para melhorar realmente as fotos? ou o jeito é esperar ter condições financeiras para adquirir lentes Fx? pergunto isso porque ela trabalha profissionalmente, e a ideia era uma melhora em os produtos para os clientes, e nao piorar como citado acima que reduziria a qualidade de pixels… sei que a d800 tem 36mp, e a d300s 13mp… no final das contas o que quero saber é se utilizando a d800 com as lentes dx ficaria melhor as fotos do que usando a d300s?
    grato pela paciencia… estou tentando reduzir o presente, dei um carro sem as rodas…kkkkkkk

    • Olá, Marcelo.

      Obrigado pelos elogios. Se puder divulgar o Verena para que possamos ajudar mais pessoas, seria incrível

  • Olá, Fábio.

    Obrigado pelos elogios.

    A D750 é uma Fullframe de respeito e se a comprar o ideal é usar lentes FX, mas saiba que não tem problema usar lentes FX na D3200 que é DX, mas não vai sentir muita diferença por causa do sensor crop…. é como se não valesse a pena financeiramente falando

  • José… o fator de corte não tem relação com perda de qualidade de foto! Ele simplesmente influencia no aspecto focal da lente.

    Olha… com 2 lentes DX fica complicado comprar uma fullframe hein. Acho que você tem duas opções:

    1 – comprar a D7200 e usar de boas as 3 lentes que possui hoje dessa forma você economiza e compra apenas o corpo da D7200
    2 – vende suas lentes DX e compra a 24-85mm e a D750. Assim você terá uma DSLR FX e duas lentes.

    Financeiramente a 2º opção é a menos vantajosa porque vai perder dinheiro vendendo suas lentes e talvez precise inteira uma grana já que a 24-85 custa entre R$ 2 mil e R$ 3 mil. Eu acho uma decisão muito ruim usar as lentes DX em uma D750 porque vai gerar vinheta cara… vai acabar com suas fotos.

    Agora tudo depende do que você quer fazer. Se você for TRABALHAR profissionalmente com fotografia, então uma DSLR FX é muito recomendado, nesse caso vai ter que partir para a 2º opção.

    Se pretende fazer fotos por hobby, então é melhor ficar na 1º opção

  • Olá Johnny! Parabéns pelo post! Qual câmera da canon full frame você indica com melhor custo/benefício? Estou começando um projeto de vídeo tutoriais e queria começar com uma certa qualidade. Pensei em comprar de início, a canon t5i, pois as full frames estão muito caras, a não se que você tenha uma dica de um modelo mais em conta. Qual lente eu consigo uma claridade melhor para meus vídeos? Também precisarei tirar fotos macro. E um kit de iluminação básica, qual você me indica? O microfone de lapela, eu pensei em um da rode, que está por volta de uns 300,00. Não sei se conhece o canal ifixit. Seria basicamente seguindo aquele padrão de vídeo tutoriais. Obrigado e Deus abençoe!

    • Olá, Cláudio.

      Obrigado pelos elogios.

      Sobre a câmera – a t5i é uma ótima escolha – leia mais aqui http://www.verenafotografia.com/gravar-video-6-passos-15-dicas/
      Sobre a lente – veja o artigo que sugeri acima.
      Sobre macro – Tamron SP 90mm f/2.8, Sigma 105mm f/2.8, Canon EF 100mm f/2.8L, Tokina AT-X AF 100 f/2.8
      Sobre iluminação – veja o artigo que sugeri acima.

      Uma loja online que tem preços muito bons é a http://www.compactcameras.com.br/ que além de ser parceira do Verena dá desconto adicional para leitores do site

  • Olá, Enio.

    Obrigado pelos elogios.

    Fotografia de produtos é praticamente um segmento inteiro dentro da fotografia e não tem como eu te ensinar por meio desses comentários no site ou apenas com posts. O ideal é fazer um curso de fotografia still para se profissionalizar adequadamente.

    Posso dizer que usam muito lentes macro como a 105mm e duas fontes de luz (softbox), além do fundo infinito e técnicas de recorte na pós edição.

  • Redutor de foco? Acho que ainda não li sobre isso… preciso me atualizar! Obrigado!

  • Olá, Eduardo.

    São raros os leitores que contribuem com alguma informação relevante. Sou muito agradecido por essa informação.

    Eu já tinha lido/sabia sobre isso, mas por se tratar de um assunto muito técnico não julguei relevante explorar esse ponto sendo que a maioria dos leitores não teriam bases para entender essas relações, porém seu comentário me fez pensar que devo atender a parcela de pessoas que já entendem de fotografia e dar a eles algo mais avançado.

    Vou incluir essa informação como extra no artigo e mencionar que foi uma sugestão sua porque de fato isso é algo relevante quando tratamos de lentes escuras… elas ficam escuras mesmo.

    Mais uma vez obrigado pela contribuição

  • Rodrigo Bizan

    Tenho uma dúvida, comprei uma Sony A6500 fator crop 1,5 comprei esta lente aqui 10-18 para minha camera APS-C (https://www.bhphotovideo.com/c/product/892389-REG/Sony_sel1018_10_18mm_F_4_0mm_Optical_SteadyShot.html) a dúvida é, por esta lente ser para minha câmera ela realmente é 10-18? ou mesmo sendo a lente própria eu preciso multiplicar 1,5 ?

    • Olá, Rodrigo.

      Sua lente é 10-18mm, mas em uma câmera crop o ASPECTO FOCAL dela será de 15-27mm por causa do fator de corte de 1,5. Se estivesse usando essa lente em uma câmera fullframe aí sim o aspecto focal dela seria 10-18mm.

  • Olá, Amanda.

    Uma Nikon AF-S DX 10-24mm f/3.5-4.5G e Nikon AF-S DX 12-24mm F/4G IF-ED, mas se subir o nível posso indicar a Nikon AF-S 14-24mm f/2.8G ED, Nikon AF-S 16-35mm f/4G ED VR ou a Nikon AF-S 18-35mm f/3.5-4.5G ED.

  • Olá, Amanda.

    A maioria são lentes zoom, mas se quer uma fixa a 24mm seria perfeita. Tem até uma 20mm, mas se for aumentar o ângulo de visão vai cair nas fisheyes.

  • Olá, André.

    Acho que se enganou… Aqui é o Johnny (ou Jônatas), mas não Jorge rs.

    A questão do ISO nas fullframe é real. Uma fullframe consegue trabalhar com ISO maior mantendo a qualidade. Pelo menos em relação às cropadas o desempenho é melhor sim.

    Vou adicionar essa informação ao artigo para complementar ainda mais.

    Obrigado pela dica

    • ANDRE BALDON FLORES

      Legal Johnny, e não Jorge, rsrs.
      Eu tenho uma Nikon D5100 e estou querendo migrar para uma D750. A D5100 é legal, mas não consigo trabalhar com ISO muito alto com ela.

      • A D750 seria um baita de um upgrade e certamente o ISO é melhor gerenciado em uma câmera fullframe

  • Juliana Rangel

    Olá, você explica muito bem, Parabéns. Ainda estou aprendendo então ficaram algumas dúvidas. Mas o que gostaria de perguntar é na minha camera Nikon D5100 (crop, certo?!) eu queria uma lente 50mm. Pelo que entendi, para ela ter realmente a funcionalidade da 50 teria quer ser uma 35 ao invés de 50mm??

    • Ei, Ju!

      Obrigado pelos elogios 🙂

      Sim… a D5100 é uma câmera com sensor cropado. Não é questão de funcionalidade, mas de aspecto focal. Uma 50mm em uma câmera crop gerará uma imagem com ângulo de visão mais fechado do que se estivesse usando uma 35mm.

      Por isso a pergunta é: você precisa de um ângulo de visão mais aberto ou mais fechado ou tanto faz? Essa informação vai definir sua lente

  • Olá, Ranlson.

    Essas lentes com f/2.8 não são lentes tão claras assim, mas admito que essa abertura é muito interessante para esse tipo de câmera, ainda mais considerando os custos.

    Sua suposição está correta: se quer um ângulo de abertura maior usando uma câmera crop como é o caso da D3100 então o melhor a se fazer é adquirir a 17-50mm que terá um aspecto focal de 25,5mm – 75mm.

  • Olá, Pierre.

    Obrigado pelos elogios.

    Se pretende comprar uma fullframe no futuro, o melhor que pode fazer é já comprar lentes FX para evitar perder essas lentes quando trocar de corpo. Se comprar lentes DX, elas serão inúteis em uma fullframe.

    AF-S nada mais é que a evolução do AF… um auto foco mais silencioso. Isso pode ser importante caso faça vídeos porque o som do motor de foco vai incomodar, ainda mais se usar o mic da câmera ao invés de um mic externo.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.