Timelapses são incríveis.

Eu mesmo passo horas vendo vídeos e mais vídeos simplesmente porque são hipnotizantes. Aqui mesmo no Verena eu já ensinei a fazer um usando qualquer câmera e há uma porção de timelapses para você conferir (já adianto que fale a pena).

Um timelapse em si é algo simples, ou seja, fotos executadas sequencialmente de forma a criar uma sensação de passagem do tempo. Muita gente conseguiu inovar essa técnica movimentando a câmera, criando ângulos e fazendo as mais diversas variações para criar os timelapses mais diferentes possíveis.

Entretanto, um artista japonês chamado Yoshiyuki Katayama conseguiu superar minhas expectativas. Ele criou uma série chamada Umwelt que mostra flores desabrochando ao mesmo tempo que algum inseto se movimenta por ela.

O timelapse por si só deve ter dado muito trabalho, basta ver a composição da cena, a iluminação, o foco… enfim… tudo no timelapse é perfeito. Agora, só por um momento, imagine fazer isso com um inseto caminhando pela flor!

A palavra Umwelt vem da palavra “ambiente” em alemão (quem faz alemão que me corrija ou se cale para sempre) e significa algo como “o mundo como ele é experimentado por um organismo particular.” Se isso era o que Katayama tinha em mente quando criou seus timelapse, eu não sei; mas o vídeo mostra exatamente isso e é cativante.

Penso que Katayama, sem dúvida, usou alguma técnica de edição ou câmera criativa para misturar duas formas de “videografia”, uma para a flor e outra para o inseto, contudo até agora ele tem permanecido em completo silêncio sobre como exatamente ele fez os timelapses.

Você tem alguma ideia? Como imagina que ele fez esse timelapse? Fale sobre suas teorias no comentários logo abaixo porque estou curioso.

Se você ficou popotizado como eu e quer aprender ou ver mais, o artista criou este site onde você pode assistir mais alguns vídeos que vão te fazer perder a hora no trabalho.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.