Existe uma certa confusão entre obturador e diafragma. Talvez seja porque os dois sirvam para controlar a quantidade de luz que entra na câmera (uma das funções deles) ou talvez seja porque as pessoas de fato não saibam as diferenças entre esses dois elementos das câmeras, mas termina hoje!

Para uma foto com exposição equilibrada, 3 parâmetros devem andar juntos, aliás, sugiro que se inteire sobre o assunto lendo mais sobre os dois parâmetros complementares: ISO: O que é e como ele pode mudar sua FotografiaObturador: A Ferramenta para Congelar Movimento.

Enquanto o obturador controla o tempo de exposição do sensor, o diafragma controla a quantidade de luz  que entrará na câmera no momento que o obturador estiver aberto. Eles trabalham em conjunto! Pense assim: suponhamos que a luz pudesse ser medida em unidades e você precise de 10 pontos de luz. De certa forma tanto faz que o obturador entregue 3 e o diafragma 7, ou vice-versa. O importante é que o resultado final seja 10 pontos de luz.

Claro que, como está explicado no artigo citado acima, alterar a velocidade do obturador trará consequências como fotos congeladas ou movimentos fluídos, fotos escuras ou brancas. Da mesma forma alterar o diafragma trará resultados diferentes para sua fotografia. A conta final pode ser a mesma (10 pontos de luz), mas a forma como vamos chegar nela irá mudar o aspecto do resultado final.

Vossa Majestade: o Diafragma

Basicamente o diafragma é um mecanismo dentro da sua lente formado por um determinado número de lâminas justapostas que se abrem e se fecham de forma circular. O funcionamento é simples de entender: quanto mais aberta estiver as lâminas, mais luz entra. O difícil é entender o mensuramento disso… veja: para medir a abertura do diafragma usa-se a nomenclatura f/algum número. Quanto maior for esse número, menor será a abertura e vice-versa.

Diafragma, Lente

É confuso… eu sei… isso acontece porque essa é a medida do diâmetro desde a abertura até a borda da lente, mas tente gravar isso: quanto maior o número menor será a abertura. Creio que a imagem abaixo deixa esse conceito mais claro.

f/números crescentes = abertura menor (entrada de luz pequena)

f/números decrescentes = abertura maior (entrada de luz grande)

Pois é, uma abertura f/2.8 quer dizer que o diafragma está mais aberto e entrará mais luz que uma abertura f/22 na qual o diafragma estará menos aberto e entrará menos luz.

Aberturas do diafragma

“Desfocando o Fundo”

Você deve ter percebido sempre que uso a frase “desfocar fundo” coloco entre aspas. Sabe o porquê? O nome correto dessa técnica/propriedade é profundidade de campo, porém essa característica é muito conhecida pelo termo bokeh e mais popularmente como “desfocar o fundo”.

Para criar uma foto como a que ilustra este post basicamente você precisa de uma câmera com ajuste manual de abertura do diafragma, um assunto no primeiro plano e pontos de luz no segundo plano. Geralmente esse “efeito” fica muito mais bonito em fotos noturnas, mas você pode usar sua criatividade e outra coisa: para resultados mais efetivos sua lente precisa ter uma abertura maior que f/2.0

RELEMBRANDO…

f/número “crescente” = abertura menor = menor profundidade

f/número “decrescente” = abertura maior = maior profundidade 

Bicicleta, Guidão

Usando um tripé ou uma superfície estável posicione sua câmera, enquadre o assunto e foque nele. Use a maior abertura que sua lente permitir, equilibre a exposição alterando o ISO e a velocidade do obturador. Faça o clique. Como já disse outras vezes, não existe receita de bolo na fotografia, ou seja, não existe um passo a passo para criar uma foto X ou Y. Dependendo das condições você precisará fazer outros ajustes, mas para começar a aprender e treinar o “desfoque de fundo” acho que já é um bom começo!

O que acontece dentro da câmera é que existem várias “camadas” na imagem e a câmera precisa ajustar o foco. Se o diafragma estiver muito aberto, a profundidade de campo irá diminuir e só o que estiver mais próximo da câmera ficará focado. Já se a abertura for pequena, a profundidade de campo será maior e todo o assunto, independente de camadas, será focado. Veja a figura abaixo para entender melhor esse princípio.

Aberturas Diferentes de Diafragma

O símbolo de copas (o coração) é o ponto de foco. Usando uma abertura de f/1.8 o diafragma estará muito aberto fazendo que o símbolo de copas esteja em foco e dos demais nipes desfocados. Agora note o que acontece quando você muda a abertura para f/16, por exemplo: copas fica focado e os outros dois nipes ficam mais focados que no primeiro exemplo.

Eu sei que é tudo meio confuso, mas quando começar a pegar o jeito e controlar bem a abertura do diafragma suas fotos terão uma sensação maior de dimensões e distâncias. Quando toda a imagem está focada, a impressão que pode dar é que ela está “chapada”, ou seja, todos os elementos que compõe a fotografia estão alinhados no mesmo plano e isso empobrece a fotografia em certo sentido.

Entretanto quando você começa a abrir o diafragma, a imagem começar a ganhar sensação de profundidade por causa do desfoque do segundo plano. Faça um teste sequenciando a abertura do diafragma da sua lente e verifique os resultados! Aposto que irá aprender muito com esse teste.

Profundidade de Campo, mudançaConclusão

Você aprendeu o que é o diafragma da lente, o conceito de funcionamento e como usá-lo em suas fotos para “desfocar o fundo”, porém o diafragma pode te proporcionar outros “efeitos” além de somente criar bokeh em suas fotos. Abrir ou fechar o diafragma vai influenciar no formato dos pontos de luz (e aí você pode usar isso a seu favor em fotografias criativas e mais interessantes) e na nitidez da fotografia.

Pontos de luz

Se você usar um diafragma fechado, como o f/22 por exemplo, e fizer uma foto de um ponto de luz, notará que o ponto de luz criará pontas – essa frase ficou engraçada – Usando uma abertura maior, como f/1.8, isso já não vai acontecer, você terá apenas o ponto de luz normal.

Avenida

Uma curiosidade: o formato (as pontas do ponto de luz) muda de acordo com a quantidade de lâminas que o diafragma da lente tiver, por isso você encontra pontos de luz com diferentes formatos.

Nitidez

Supondo que sua lente tenha uma abertura de f/1.8 a f/22 e você faça fotos usando cada abertura perceber-se-á (nossa! Arrasei no português agora hein) que as aberturas das pontas perderão nitidez, ou seja, o extremo f/1.8 e f/22 serão menos nítidos que as aberturas entre f/1.8 e f/22.

Enfim… creio que agora você esteja apto a usar o diafragma para criar belas imagens. Tente conciliar o que aprendeu hoje sobre o diafragma com o ISO e a velocidade do obturador. Tenho certeza que suas fotos irão dar um salto em qualidade! Ah! Se gostou deste artigo que tal se inscrever para receber dicas por e-mail toda vez que postarmos algo novo?

  • Felipe

    Olá Johnny! Tudo certo? Muito bons os posts!! Parabéns! Tenho umas duvidas: sou novato no assunto e ja li mais de 4897 artigos de fotografia. Estou apaixonado… Mas enfim. Comprei uma p600 pra viajar para europa em maio, e comecei a estuda-la… agora estou me dando conta de que ela eh muito limitada em termos de abertura: ela vai de 3,5 ate 8,2. Ja ouvi muito do f8 ser o mais nitido em lentes que tem a menor abertura em f22. Maso meu caso qual seria? Continua sendo o f8.2? Mas qdo nao estou com zoom, o minimo da minha lente eh 7.6. Como interpreto a melhor nitidez para essas variações de zoom? Qdo quero tirar uma foto de paisagem geralmente fecho em 7.6 (sem zoom ou pouco). Qdo dá pra fechar em mais fecho em mais. Está errado isso? Estou perdendo nitidez ou qualidade por causa de algum ajuste que estou me excedendo?

    Outra duvida: Vc sabe como faço pra saber em quantos mm de distancia focal está a minha lente quando estou usando as diferentes apliacoes em zoom? Ex:puxo o gatilho para aproximar uma só vez… Qual a distancia focal? Puxo gatilho zoom mais uma vez pra chegar mais perto… Qual a distancia focal agora? Puxo gatilho zoom pra mais longe possivel… Qual DF? Tenho como ver essa distancia no monitor lcd? Isso seria util, pelo que entendi em seu outro post, para saber qual a velocidade que posso fotografar sem tripé, correto?

    E por ultimo, mas ainda relacionado a DF, o que significa o 35mm(135)? Não compreendo essa nomenclatura. O que entendo eh que minha lente vai de 4,3mm ate 238mm (mais ou menos isso, eu acho…). Mas o que significa 24 ate 1440 em 35mm(135) eh o que me deixa tonto rsrs

    Se puder esclarecer estas duvidas te agradeco muito. Obrigado. Abs. Felipe.

    • Tudo certo por aqui, Felipe.

      Obrigado pelos elogios.

      Você é um grande leitor hein rs. A Nikon P600 é uma ótima
      superzoons, mas como tal possui limitações que somente as DSLR’s poderão
      eliminar.

      Para fotos nítidas você precisa de um diafragma o mais fechado
      possível, ou seja, número f maior possível. O problema é que com a variação de
      zoom a abertura altera e você precisará ajustar para a menor abertura possível
      dentro do zoom que estiver usando. Não há perda de qualidade nesse processo.

      Distância focal em milímetros é uma característica das DSLR’s,
      por isso que câmeras que usam zoom não possui uma métrica em mm e sim em x
      (multiplicação). O zoom não é uma medida independente, é simplesmente a razão
      entre o maior e o menor comprimento focal.

      Exemplo:

      Uma lente que vai de 380mm a 38mm terá zoom de 10x, ou seja,
      380/38 = 10. Logo uma P600 que tem 60x e distância focal mínima de 4,7mm terá
      258mm de distância focal máxima (4,7 x 60).

      A distância focal indo de 4,7mm a 258mm não tem como definir em
      qual distância estará quando a lente estiver em curso. A não ser que consiga
      fazer as contas quando o zoom estiver no meio (50%).

      Até onde sei as câmeras digitais (inclusive a P600) não possuem
      marcação nessa escala no visor porque, como disse, isso é uma característica
      das lentes para DSLR.

      Não entendi sua última pergunta.

      • Felipe

        Caramba Johnny! Muito bacana a explicação do x no zoom!!! E obrigado pelo seu retorno! De ontem pra hoje já li mais 157653514 artigos novos (rsrsrs – é muito maneiro esse mundo).

        Que pena que não consigo ver em qto estou aproximando pois fico sem parâmetros para saber a velocidade mínima do obturador para usar sem o tripé, né? … Tipo: estou em 258mm entao tenho que trabalhar com velocidade aproximada de 1/300 para não tremer. Acho que eh por aí né… ? Mas tudo bem… Vou fazendo os testes.

        Sobre minha última pergunta, no manual da minha camera tenho a explicação de que a lente tem a seguinte Distância Focal: “4,3-258 mm (ângulo de visão equivalente ao da lente de 24-1.440 mm no formato 35 mm [135])”. É isso que está escrito. Não compreendo a lance da equivalência.

        Posso te perguntar novamente sobre a explicação da máxima abertura? Você consegueria me explicar porque na minha câmera eu não preciso me preocupar em deixar a abertura em 2 pontos acima da máxima abertura? Ou então, porque o f8 nas lentes de 1.8-22 é a melhor abertura para paisagem e não o 22, enquanto que no meu caso é direto a máxima abertura, como me explicou acima?

        Johnny, muito obrigado mais uma vez pelos seus esclarecimentos!!!
        Abraços. Felipe!

        • Quando se fala que seu zoom é equivalente a tal valor ele está se referindo às lentes das DLSR’s, especificamente as lentes FullFrame, ou seja, as câmeras DSLR no formato de 35mm que eram as antigas câmeras de filmes. Sugiro que leia http://www.verenafotografia.com/formato-dx-e-fx-veja-diferencas/ para entender melhor sobre essa questão de câmeras Fullframe e cropadas.

          Existem faixas de aberturas em que a imagem fica mais nítidas ou mais desfocada. Com aberturas abaixo de f/2.0 como a f/1.8 ou f/1.4 a imagem fica desfocada, mas com aberturas como f/8 ou f/11 a imagem começa a ficar mais nítida. São faixas de aberturas e não uma abertura específica.

  • Denise Vargas

    Parabéns pelos posts. As explicações são muito didáticas. Eu não entendia essa questão do diafragma, mas aprendi com o seu post. Valeu!

    • Opa! Que bom que entendeu rs… tem mais artigos bacanas por aqui… é só pesquisar!

  • Rita Chaves

    Ola Johnny, estou muito triste, comprei ha tempos uma canon SX510 HS e hoje vejo que ela não faz nada! Estou acompanhando estes posts para tentar aprender, mas vi que não adianta nada com uma droga de maquina como a que tenho. A unica coisa que faz bem é filmar, as fotos ficam bem tambem, mas não consigo desfocar nada! Posso comprar um adaptador pra tentar mudar a lente? So a lente eu encontrei de 479,00, e a minha maquina quando comprei foi 1.099,00, não quero investir em outra sem saber, me da uma luz? O que eu faço?

    • Oi, Rita.

      Não precisa ficar triste. A Sx510 é uma boa câmera dentro das limitações dela… a questão é que você (ou queria na época que a comprou) ir muito mais além do que uma superzoom pode oferecer.

      Como você aprendeu neste artigo, para “desfocar o fundo” de uma imagem é necessário ter uma grande abertura e isso é não o ponto forte da Sx510 rs.

      Eu particularmente não gosto de adaptadores porque eles são exatamente isso: adaptadores! Eles adaptam algo que originalmente não projetado para tal. Se quiser tentar comprar um adaptador tudo bem, mas eu não recomendo.

      Sugiro que venda sua Sx510Hs, some com esses 479 que poderia gastar e arranje mais um pouquinho para pegar uma DSLR de pequeno porte. Se sua ideia é ir além e aprender mais de fotografia então a DSLR é o caminho certo.

  • Fernanda Borges

    Olá,
    Por acaso cheguei até aqui e estou amando o seu site! Tenho uma Nikon L820 que comprei já tem 2 anos. Tiro fotos ótimas com ela, mas por tirar ótimas fotos e as pessoas elogiarem meu “talento”, gostaria de me especializar (somente por hobby). Gosto muito da Nikon. Gostaria de comprar uma profissional, indicaria alguma?
    Gosto de tirar fotos, tanto de paisagens, quanto de pessoas. AMO fotos preto e branca!!!
    Me dá uma luz? Rs
    Sugere também algum curso? Moro no Rio de Janeiro!
    Parabéns pelo site!!!

    • Olá, Fê.

      Obrigado pelos elogios.

      Que bom que quer se aprofundar, mesmo que por hobby. Se seu interesse é de fato este, então o caminho a seguir é comprar uma DSLR de pequeno porte. Como gosta da Nikon as opções são D3100/D3200/D3300 ou a D5100/D5200/D5300. Você que escolhe.

      Quanto ao curso ele é essencial! Você vai aprender os conceitos básicos da fotografia e como manusear sua câmera. Indico o SENAC, o Belas Artes e a Impacta para fazer cursos online ou presenciais, mas você precisa verificar a disponibilidade em sua cidade.

      Se puder esperar, o Verena vai oferecer um curso básico de fotografia online bem didático. Por enquanto basta apenas reservar em http://www.verenafotografia.com/novidade/reserva.html

  • Anderson Venâncio

    Parabéns pelo artigo, grande abraço.

    • Opa… eu que agradeço sua visita

  • Rafael amaral

    Puxa vida até que enfim achei uma explicação clara e simples.
    Parabéns seus artigos são muito bons e ajudam muito principalmente quem está iniciando. Obrigado por compartilhar seu conhecimento.

    • Opa! Obrigado, Rafael. Espero que possa continuar por aqui. Tem mais artigos interessante por aqui…

  • Lufotos 12

    Bom dia. Gostaria de ter um tutorial referente a fotografia de shows, eventos externos com vários tons de luzes no palco, geralmente faço esses trabalhos e em questão de segundos conseguimos fazer vários tipos de fotos em um único lugar, mas gostaria de obter mais informações de quem tem muito mais experiência na área, visto que, não existe foto sem luz, nesse caso, a luz muitas vezes se torna extrema. Parabéns pelo trabalho e continue a nos incentivar com suas dicas e sugestões.

    • Opa! Valeu Lufotos.

      Vamos colocar esse assunto em nossa pauta para futuras publicações

  • Rodrigo Rodrigues

    Mais um post sensacional! Parabéns!!!

    • Opa! Obrigado, Rodrigo!

  • Cara, superzoons de maneira geral não desfocam bem o fundo porque suas lentes não são propicias para isso. De qualquer forma é necessário alterar a abertura da lente para criar o efeito de bokeh independente da câmera usar, afinal de contas é isso que cria o desfoque.

    • sbtmelhortv

      Ta bem, muitissimo obrigado pela atençao.

  • Ei, Regiane.

    Que bom que conheceu um mais sobre sua câmera. De fato, para um bom bokeh é necessário uma abertura de pelo menos f/2.0 e são poucas as superzoons que possuem essa abertura.

    Obrigado pelos elogios e continue conosco

    • Regiane Lima

      Pode deixar, vou me dedicar rsrs

    • Juarez M. Lázaro

      e as compactas ? rs

      • Nas compactas até dá para fazer isso, mas naquelas que tem modo manual (mesmo que emulado). Uma alternativa é usar o modo macro e se aproximar do objeto para desfocar o fundo

  • Regiane,

    Quem faz uma foto ser boa ou não é o fotógrafo e não a câmera em si. Ela apenas facilita as coisas.

    Desfoque de fundo é característica da lente e não da câmera em si, ou seja, basta procurar por câmeras com lentes de aberturas grandes como f/2.0 ou f/1.8 ou f/1.4

    Pesquise por câmeras com lentes com essas aberturas que já vai ajudar bastante em seu objetivo

  • Oi, Gi.

    O ideal é que leia o manual da sua câmera e aprenda como configurá-la corretamente. Caso não tenha o manual, o Verena dispõe de uma biblioteca de manuais aqui http://www.verenafotografia.com/manuais-v2/

    A L820 tem uma modo manual no qual pode alterar algumas variáveis, mas tudo é emulado pela câmera.

  • Oi, Virginia.

    Obrigado pelos elogios.

    Espero que possa ajudar o Verena divulgando para seus amigos… assim posso ajudar alguém que tenha a mesma dúvida que você 🙂

  • Olá, Jean.

    Obrigado pelos elogios e sucesso na fotografia!

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.